noComentários

Quais são os pontos mais usados no crochê

Se você está iniciando nesse mundo incrível, é importante saber quais são os pontos mais usados no crochê para ter a noção correta de como construir coisas incríveis.

Vale ressaltar antes de explicar os pontos mais utilizados que o crochê não é uma arte complexa, pelo contrário, se você praticar constantemente poderá desenvolver seus pontos de maneira rápida e com qualidade.

Uma das suas vantagens além da facilidade de aprender, é o fato de é possível fazer o crochê em todas as idades.

Se você quer saber mais sobre essa arte e sobre o kit de crochê e kit de tricô confira abaixo todas as informações que separamos para você!

Materiais básicos para o crochê

Antes de saber quais são os pontos mais utilizados no crochê, é essencial que você conheça quais são os materiais básicos para desenvolver esse lindo trabalho.

Sendo assim, podemos afirmar que esses materiais são: agulhas, linhas e também as suas mãos, afinal é um trabalho manual.

É importante também que você tenha marcadores, tesoura para cortar o fio, agulha de arremete para finalização e fita métrica para medir suas peças.

Na hora de escolher a agulha ideal, é mito importante que você entenda que a escolha dela vai depender do tipo de fio que você vai utilizar.

A espessura do fio é muito importante na hora de escolher a agulha ideal. Além disso, vale ressaltar que existe agulhas de 0,5 mm até 25 mm.

É possível encontrar também agulhas feitas de alumínio e até mesmo de bambu. A mais adequada sempre será aquela na qual você ficará confortável.

Caso você seja iniciante, uma boa alternativa é usar os fios mais grossos, como por exemplo os de fita ou malha, uma vez que eles vão exigir agulhas mais grossas, e isso consequentemente irá te ajudar a entender todo o processo que está sendo realizado.

Quais são os pontos mais usados no crochê

O crochê possui cinco pontos principais, e a partir dele você consegue fazer qualquer peça que queira, facilitando a vida de quem está ainda aprendendo essa arte.

Quanto mais domínio você tiver dos pontos, mais fácil será a realização de combinações e variações que você conseguirá com esses pontos básicos.

É a partir dos pontos básicos que é possível criar diferentes formatos de pontos para uma variedade de versões.

Sendo assim, vamos conhecer esses 5 pontos mais utilizados no crochê:

Correntinha

Podemos afirmar que esse ponto é aquele que é base de todo e qualquer trabalho feito com o crochê.

Ao praticar o ponto correntinha, você vai praticar a forma correta de como segurar e movimentar a agulha.

Ponto baixíssimo

Ele é um ponto para dar acabamento uma vez que é bastante discreto. Utilizando-o, é possível fazer a junção de diferentes carreiras, reforçar as bordas e também fazer a finalização das peças.

Ponto baixo

Este é um ponto bem mais fechado, sendo assim, bastante utilizado em peças que precisam de mais firmeza, como por exemplo os cachepôs e tapetes.

Ponto meio alto

Esse é um ponto intermediário entre o baixo e o alto. Ele é um pouco mais maleável que o ponto baixo, porém, bem estruturado.

Ponto alto

O ponto alto é voltado para aquelas peças que necessitam ser mais flexíveis, por isso esse é o ponto ideal para que se dê o movimento necessário para a peça, uma vez que o mesmo é mais aberto.

Moda sustentável: o que é?

Agora que você já sabe quais são os pontos mais utilizados no crochê, conheça também os conceitos de moda sustentável e os motivos que fazem ela ser tão importante.

É possível observar que estamos diante de gerações que estão buscando cada vez mais o consumo consciente.

Dessa maneira a moda sustentável é aquela onde as peças de roupa são desenvolvidas, fabricadas e até mesmo distribuídas com uma pegada mais ecológica.

A moda sustentável além de tudo é uma moda ética, onde os direitos dos trabalhadores são respeitados e o consumo é em menor escala.

É importante ressaltar que, o movimento slow fashion busca destacar os produtos feito a mão e também valoriza o produtor do local.

Menor desperdício

A moda sustentável gera menos desperdício uma vez que, busca desenvolver produtos mais duráveis, evitando assim o que chamamos de fast fashion.

Além dos materiais com maior duração, a moda sustentável não segue as tendências que geralmente saem de moda em pouco tempo, evitando assim a “obrigação” de uma nova aquisição de peças sem necessidade.

Salários mais justos e condições adequadas de trabalho

A moda sustentável tende a valorizar os produtores da mesma, sendo assim, os trabalhadores além de ter um salário bem mais justo, possui condições de trabalho mais adequada, diferente da indústria fast fashion.

Nesse post você pode conhecer um pouco mais sobre os pontos mais utilizados no crochê, além da importância de uma moda sustentável.

Responder

2 + 1 =