noComentários

Como organizar o Réveillon em casa?

Saiba o que considerar para proporcionar uma festa inesquecível na virada do ano

A chegada do fim do ano marca também o período de festas por todo o país, celebrando tanto o Natal quanto o Ano Novo. A virada do ano é um momento muito especial, com pessoas viajando ou optando por fazer uma celebração em casa, ao lado de amigos e familiares.

Em um evento como esse, todos sabem que o champanhe não pode faltar para celebrar o início do novo ano. Entretanto, o que mais um Réveillon em casa precisa ter? Quais são os aspectos que o anfitrião deve pensar para sediar uma boa festa? Conheça os pontos principais envolvendo essa organização no texto abaixo.

Planejamento

Como qualquer outra ocasião especial, como uma festa de aniversário, é importante ter planejamento. Para que um Réveillon em casa seja aproveitado ao máximo, é preciso planejá-lo com antecedência, já que esse evento demanda avaliar vários detalhes.

Checagem do orçamento disponível, lista de convidados, decoração e planejamento sobre pratos e bebidas que serão servidos são alguns desses pontos. Para facilitar, faça uma lista com tudo o que você precisa fazer para que a festa possa acontecer. Assim, você evita imprevistos, além da perda de tempo e dinheiro.

Lista de convidados

Em uma festa como essa, a lista de convidados é um item muito importante. Afinal, você não quer ter que passar por aquele climão de acabar esquecendo de chamar alguém para essa comemoração. O planejamento ajuda a preparar a lista de convidados, pensando em todos com antecedência, garantindo, assim, que há tempo suficiente para comunicar a todos sobre a festa.

Comece montando sua lista com as pessoas que são indispensáveis no evento, ou seja, aquelas com quem você precisa ou realmente quer passar o Réveillon ao lado. Essas pessoas são os amigos mais próximos e os familiares, por exemplo. Não se esqueça de contabilizar os cônjuges ou os filhos, caso haja. Em seguida, você pode expandir a lista para as pessoas que têm menos contato, mas ainda gosta. Assim, você evita chamar alguém inconveniente.

Após fechar a lista, não se esqueça de fazer e enviar o convite para todos os convidados. Dessa forma, eles poderão saber sobre as informações básicas da festa (como local, data e horário), o que permite que eles possam confirmar ou não a presença.

Cardápio

Paralelo à preparação da lista, você pode também planejar o menu de pratos que serão servidos. Como anfitrião, é importante pensar em qual comida será servida — e como isso será feito. Afinal, você pode encomendar a comida pronta de algum buffet ou restaurante, prepará-la por conta própria ou combinar de cada convidado trazer uma iguaria.

Em todos os casos, quando já tiver fechado a lista de convidados, é fundamental que você se informe se algum deles possui alguma restrição alimentar. Ter essas informações ajuda a selecionar pratos que todos possam degustar, evitando excluir alguém. Ao planejar o cardápio, uma dica valiosa é pensar nas opções de acordo com os momentos da festa em que serão servidos, dividindo-os entre aperitivos, entrada, prato principal e sobremesa.

Não se esqueça de, também, pensar sobre as bebidas. Sugira que cada convidado leve o que vai beber, mas ofereça bebidas que harmonizem com o menu pensado e proporcionem uma experiência gastronômica ainda mais imersiva e deliciosa. Para esse papel, vinhos e espumantes são uma excelente pedida.

Montar a mesa posta

Por fim, uma questão que vale ter atenção é em relação à decoração, sobretudo a mesa posta — e nem é necessário exagerar para conseguir ter um resultado chamativo. Por exemplo, uma toalha de mesa já pode ser o suficiente para arrumar uma mesa bonita, dispensando a necessidade de utilizar um jogo americano ou sousplat. O diferencial está em prestar atenção no alinhamento da toalha, que precisa ser igual em todos os lados da mesa.

Também não é preciso utilizar vários jogos de louça para montar a mesa de uma festa como essa. Um conjunto de pratos brancos já é o suficiente para montar a mesa de forma elegante e organizada, sem contar que essa opção é perfeita para combinar com outros adereços da ambientação, como guardanapos coloridos e arranjos florais.

Já em relação aos talheres, a regra continua valendo: quanto mais simples, melhor e mais difícil de errar. Usar um jogo de talheres todo de metal é a melhor saída, pois eles são fáceis de lavar e combinam com tudo.

Responder

quinze + 5 =

− 5 = 5