noComentários

Estratégias para evitar o furto e recuperar veículos roubados

Conheça medidas capazes de aumentar a segurança do seu carro e evitar que ele seja furtado

Engana-se quem pensa que ofurto e roubo de veículos existe apenas nas grandes cidades. Infelizmente, esse tipo de ocorrência também é comum no interior do Brasil, o que destaca a importância dos proprietários de veículos se protegerem da ação potencial dos bandidos.

Assim, para garantir mais segurança, o motorista pode recorrer a uma série de medidas preventivas, como instalar um rastreador veicular no carro. Porém, existem outras medidas — algumas delas bem simples — que ajudam a deixar o veículo mais seguro. Confira.

Como evitar o furto e roubo de veículos?

Para evitar problemas, o motorista pode adotar uma série de ações capazes de prevenir o furto e roubo de veículos. Conheça algumas das principais a seguir.

Sempre cheque a tranca do carro

Esse é um conselho muito simples, mas bastante valioso e faz toda a diferença. Ao trancar o veículo, sempre verifique se as trancas do carro foram acionadas pelo trancamento elétrico. Isso será mais uma garantia de que o carro está seguro.

Muitos motoristas não sabem que alguns criminosos utilizam dispositivos eletrônicos capazes de impedir esse trancamento elétrico remoto. Assim, quando o condutor aciona o botão de alarme, ele acredita que as portas foram travadas, mas a interferência do dispositivo criminoso impede que o trancamento seja realizado. Portanto, a melhor forma de se precaver é confirmar que o travamento foi acionado.

Não deixe itens dentro do veículo

Se há algo que certamente atrai a atenção de bandidos e aumentam as chances do roubo de um veículo é a presença de itens valiosos dentro do carro. Em alguns casos, nem precisa ser algo valioso: a simples presença de sacolas ou qualquer outro item que possa ser confundido com algo de valor já serve para estimular pessoas mal-intencionadas.

Assim, o ideal é evitar ao máximo deixar qualquer item dentro do veículo que possa chamar a atenção. Se isso for necessário, uma boa dica é guardar em locais não visíveis do veículo, como o porta-malas ou o porta-luvas.

Use dispositivos de segurança

A tecnologia é uma grande aliada para evitar roubos e furtos de veículos. Hoje, o motorista pode recorrer a uma série de dispositivos e equipamentos que ajudam a aumentar a segurança do automóvel, como rastreadores automotivos, alarmes e bloqueadores. Em carros de luxo, existem as chaves presenciais, que travam o veículo automaticamente assim que o motorista se afasta dele.

Há também equipamentos mais antigos capazes de desestimular a ação de bandidos. É o caso da tranca trava carro, colocada no volante e no pedal do veículo, que só pode ser destravada utilizando uma chave.

Tome cuidado com as chaves do veículo

A forma mais simples de alguém ter acesso ao veículo é por meio das chaves do carro. Portanto, é fundamental ter muito cuidado ao manuseá-las e guardá-las, pois sempre há o risco de alguém estar observando suas ações desde o momento que você saiu do carro.

Há quem tenha o costume de deixar as chaves no bolso, com o chaveiro para fora. Isso facilita a prática de bandidos, que podem se aproveitar de um momento de distração ou de grandes aglomerações para furtar a chave. Portanto, o ideal é sempre colocá-las em locais seguros, como bolsos frontais ou internos da jaqueta ou paletó.

Não fique dentro do carro estacionado

Caso tenha que esperar alguém, não fique dentro do veículo. Isso pode ser um convite para criminosos, que podem considerar que você está sozinho e distraído com o celular ou com o rádio. Nesses casos, o melhor é trancar o veículo e ficar do lado de fora, a alguma distância que permita observar o carro, mas sem ser notado.

O que fazer para recuperar um veículo roubado?

Se o carro for roubado, o que pode ser feito? A recuperação do veículo não é tão simples, mas o motorista pode agir com rapidez para tentar reaver o automóvel. O primeiro passo é acionar as autoridades policiais para que as equipes iniciem o rastreamento veicular, além de registrar o boletim de ocorrência. Caso o motorista tenha um seguro automotivo, deve comunicar o sinistro à empresa, protegendo o seu automóvel.

Também é possível dificultar a tarefa do assaltante. Por exemplo, um carro com rastreador veicular permite o monitoramento em tempo real, o que aumenta as chances de recuperá-lo. Há ainda os bloqueadores, que agem junto à ignição e à bomba de combustível. Isso impede a fuga do criminoso, uma vez que há o corte na injeção de combustível, levando ao desligamento da ignição e impedindo que o automóvel ligue.

Responder

dezesseis − 12 =

− 1 = 6