noComentários

O gato só come e bebe na presença dos tutores? Conheça as causas

Descubra por que seu gato só come na sua presença e como criar um ambiente seguro para a alimentação dele. Dicas essenciais para tutores preocupados

Os gatos são seres muito peculiares, cada exemplar da espécie tem um comportamento específico, com suas próprias manias e jeitinho de ser. Mesmo com tantas diferenças entre um e outro, eles também podem apresentar comportamentos em comum, que geralmente servem como um meio de comunicação com seus tutores.

Um desses comportamentos é se alimentar ou se hidratar somente na presença dos tutores, como se fosse indispensável ter alguém do lado para supervisionar o seu lanchinho. Isso pode acontecer mesmo que você dê a melhor ração e tenha uma das melhores fontes para gatos. Na grande maioria dos casos, a origem está ligada a fatores emocionais. Entenda melhor as causas desse comportamento e aprenda como contorná-lo.

Por instinto, os gatos precisam de um lugar seguro para se alimentarem

Na vida selvagem, a hora de se alimentar é um momento delicado para os felinos, tornando-os vulneráveis a perigos como ataques de predadores. Durante a alimentação, sua concentração os distrai do entorno, tornando-os suscetíveis a surpresas letais, principalmente os filhotes.

Embora nossa casa seja bem diferente da natureza, durante os primeiros anos de vida, os gatos compartilham essa vulnerabilidade instintivamente. Um ambiente tranquilo e positivo é crucial para que se sintam seguros enquanto se alimentam.

Por isso, muitos bichanos buscam a presença do tutor para cultivar essa sensação de segurança, especialmente durante a alimentação. Ao adotar um filhote, é normal que ele ainda esteja se adaptando, podendo se sentir desconfortável ou inseguro ao se alimentar sozinho.

Entretanto, apesar de ser um comportamento comum no começo da vida dos felinos, em alguns casos ele pode continuar na maturidade, afetando a saúde e o bem-estar do animal. E é exatamente sobre esses casos que falaremos a seguir.

Por quais motivos seu gato só come quando você está “vigiando”?

O comportamento dos gatos de preferir comer na presença dos tutores pode ser influenciado por diversas razões. Veja quais são as mais comuns:

Ansiedade de separação

Gatos, especialmente aqueles recém-adotados, podem desenvolver ansiedade de separação. Logo, a presença do tutor oferece conforto e segurança, tornando o momento da refeição mais agradável.

Necessidade de atenção

Alguns gatos buscam atenção constante. Comer na presença do tutor pode ser uma maneira de receber carinho e interagir, combinando o prazer da comida com o bem-estar promovido pela companhia.

Adaptação em um novo ambiente

Os gatos podem não se sentir completamente confortáveis em um novo lar. Na verdade, podem levar meses até que se adaptem e sintam-se seguros no novo ambiente. A presença do tutor durante as refeições pode ajudar a criar uma associação positiva com o ambiente e se transformar numa necessidade indispensável com o passar do tempo.

Como agir para contornar essa situação?

Se o seu gato só come na sua presença e isso se torna um desafio, considere estas dicas práticas:

Mantenha uma rotina de alimentação

Estabelecer horários regulares para as refeições ajuda a criar uma expectativa positiva. A previsibilidade e constância tranquilizam o gato, mesmo na ausência do tutor. No começo, continue observando e se distancie pouco a pouco. Em algumas semanas, se tudo correr bem, você pode somente encher o comedouro e sair tranquilamente, pois o novo hábito já terá se estabelecido.

Use alimentadores automáticos

Alimentadores automáticos podem ser uma solução, liberando pequenas porções de comida em horários programados, mesmo quando você não está em casa. É uma forma de criar uma rotina e, para os gatos, rotina é sinônimo de segurança.

Busque orientação profissional

Se o comportamento persistir ou causar preocupação, consulte um veterinário ou um comportamentalista felino. Profissionais podem oferecer orientações personalizadas para o caso do seu gato, evitando possíveis futuros problemas de saúde ligados à má alimentação.

Um ambiente diverso e cheio de estímulos sensoriais pode ajudar

Criar um ambiente enriquecido pode ser a chave para resolver o dilema.

Brinquedos interativos

Ofereça brinquedos que estimulem a mente do seu gato, como bolinhas recheadas com petiscos. Isso pode distraí-lo positivamente durante as refeições.

Arranhadores e esconderijos

Proporcione arranhadores e esconderijos. Os gatos adoram se sentir seguros e ter opções para explorar, o que pode reduzir a dependência da presença humana.

Alimentação desafiadora

Utilize brinquedos que liberam alimentos lentamente. Essa técnica não apenas estimula mentalmente o gato, mas também faz com que ele associe a comida a experiências agradáveis, mesmo sem a presença do tutor.

Responder

+ 81 = 85